Monday, July 25, 2011

Hepáticas




Acontece com frequência por aqui, assim como deve de acontecer por muitos outros jardins, quando compro vasos com plantas, estas não trazerem só as espécies que compro, mas outras que crescem sem a nossa 'autorização'. Muitas são ervas daninhas, por vezes são fetos e desta vez foi uma espécie de Liquens que, reparei ontem quando tirava ervas dos vasos, se estão a propagar por diversos vasos deixando uns bonitos tapetes verdes a cobrir a terra. Acho engraçado o aspecto aveludado com umas pequenas 'crateras' na superfície das folhas. Alguém me sabe dizer o que é isto? Para já tenho deixado ficar e até tenho ajudado a propagar por outros vasos...


6 comments:

ESpeCiaLmente GaSPaS said...

Que bonito :)

James said...

Olá José, Na verdade o que tem ai são Hepáticas, plantas pertencentes ao Filo dos Briófitos que incluem também os musgos e os anthocerotas (mto parecidos com os musgos). Essas pequenas "carateras" fazem parte da geração esporófita que depois dá origem a novas plantinhas, que talvez já se possam ver la no meio...Eu acho muito bonitas as Hepáticas, ainda por cima estão entre as primeiras plantas a colonizarem o meio terrestre, são Plantas com Historia:)
Ah é verdade, tenho sementes da Aquilegia alpina aqui em casa para si!

Z said...

Não sou especialista, mas isso parecem-me protalos (e antes que perguntes, não sei explicar muito bem. São as estruturas que nascem dos esporos dos fetos e que, por sua vez, vão dar origem aos fetos adultos que cultivamos em vaso. Enfim, maizoumenos).

Raramente ociosa said...

É uma hepática, mas qual das 6000... Provavelmente uma Lunularia (é um musgo, não um líquene).

greenman said...

Obrigado pela identificação!!
Pelo visto estas Hepáticas dão-se bem por aqui. E têm umas 'florinhas' que parecem as varetas de um chapéu de chuva!! Vou ver se consigo fotografar...

Rosarinho said...

Dessas daninhas também gosto! Está a ficar um vaso mto encantador.