Thursday, August 22, 2013

Cattleya cernua


Antes classificada como Sophronitis cernua, esta micro-orquídea é originária do Brasil, Bolívia e Paraguai. Crescendo a baixas altitudes e muitas vezes junto ao mar. São plantas epífitas ou litófitas.
Este meu exemplar este durante alguns anos na estufa montada num pedaço de cortiça e só quando a trouxe para a rua, onde fica todo o ano, é que começou a florir. Este ano, talvez por ter sido menos regada, deu uma única, mas bonita, flor.


5 comments:

helena frontini said...

Que maravilha!

Américo M.S. Pereira said...

Lindíssima. Então esta C. cernua gosta de algum frio?
Abraço

Angel Mar said...

Preciosa, saludos

Jose Santos said...

Sr. Américo! Parece que sim, que gosta de um pouco de frio. Pelo menos esta adaptou-se!

Elisabete Delfini said...

Sou apaixonada por ela, mas minha dificuldade no cultivo e maior.
abraços